Artigos

O lado bom de 2019, por Antonio Toledano

Por Antonio Toledano

Em outubro de 2019, representando a APP, a convite da ABA e com a parceria dos Amigos do Mercado, tive a gratificante oportunidade de reencontrar os bancos da academia na FECAP, relembrando meus dias de professor e  palestrando  para uma plateia  de jovens profissionais e universitários num fórum encontro intitulado “Os futuros profissionais da propaganda”.

Apresentado pela Sandra Martinelli e pelo Enio Vergeiro, tive o privilégio de dividir o palco com o Luiz Ritton, Marcos Braga e André França, que brilhantemente abordaram temas que cobriam desde o panorama das mudanças radicais de nosso mercado até os “skills” indispensáveis no perfil do profissional do futuro.

Como Vice-Presidente da APP e  Conselheiro do Grupo de Mídia, do CONAR e do IVC, fiquei muito à vontade para “catequisar” esses jovens sobre a importância do espirito associativo  notadamente ausente nas novas gerações.

Entidades longevas e tradicionais,  como a própria APP, ABA,  ABAP, GM  e até mesmo as mais “novas”, como o IAB e ABADI, (com 21 e 10 anos respectivamente de existência) tiveram e tem papel fundamental para o aprimoramento e desenvolvimento técnico, profissional e até mesmo político da classe que representam.

 A proposito: É preciso  desmistificar a palavra “Tradicional” que, infelizmente, está levando a pecha de algo “velho” ou “ultrapassado”. Segundo o Dicionário Aurelio, “Tradição” (do latim “traditio”)  significa “entregar” ou “passar adiante” : A tradição é a transmissão de costumes, comportamentos, Ideias conhecimento, sendo que os elementos transmitidos passam a fazer parte da Cultura .

Tem definição melhor para explicar qual é a missão comum dessas Associações?

*Antonio Toledano é Vice-presidente da APP Brasil e Presidente de Atendimento e Mídia da Pátria.