Notícias

Prefeitura de São Paulo promove seminário sobre acessibilidade digital

Prefeitura de São Paulo promove seminário sobre acessibilidade digital

O encontro foi realizado nesta terça, 19, no InovaBra – Habitat, com a presença do Vice-Presidente de Estratégia Global e Desenvolvimento da G3ict, e apresentou iniciativas de inclusão digital em âmbito mundial

 A Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência de São Paulo promoveu nesta terça-feira, 19 de junho,  o Seminário “Novos Paradigmas em Acessibilidade Digital”, no InovaBra Habitat, em São Paulo. O encontro reuniu lideranças em iniciativas de inclusão digital em todo o mundo. O objetivo do evento foi inspirar e potencializar a promoção da cidadania digital, que tem como referência os princípios da universalidade e da equidade na oferta de serviços e informações.

Para o Secretário Municipal da Pessoa com Deficiência, Cid Torquato, a acessibilidade digital é um grande vetor de inclusão social: “Com iniciativas como essas, garantimos a igualdade de oportunidades para pessoas com deficiência, geramos responsabilidade social, estimulamos novos projetos e incentivamos as pessoas a compartilharem suas experiências. Com certeza o Selo de Acessibilidade Digital está inserido no contexto mais amplo desta gestão” declarou.

O Secretário de Inovação e Tecnologia, Daniel Annenberg, falou sobre a importância do Selo e a inclusão digital: “Somos parceiros da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e apoiamos os requisitos para o Selo de Acessibilidade Digital.  Já estamos pensando em um novo manual de boas práticas para publicadores, que contém conteúdos acessíveis. Com o Cid, estamos trabalhando também em templates dos sites de todas as secretarias, que estão se tornando, gradativamente, mais acessíveis para pessoas que se utilizam de leitor de tela ou teclados para navegação” destacou Daniel.

Também como parte da programação do evento, foi realizada a cerimônia de assinatura da Declaração de Apoio e Difusão Institucionais ao Selo de Acessibilidade Digital. Representantes de 13 associações DECLARAM seu APOIO ao Selo de Acessibilidade Digital, concedido pela Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência – SMPED, por intermédio da Comissão Permanente de Acessibilidade – CPA Digital:

  • ABA – Associação Brasileira de Anunciantes, representada por Sandra Martinelli;
  • ABAP – Associação Brasileira de Agências de Publicidade, representada por Decio Vomero;
  • ABComm – Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, representada por Mauricy Junior;
  • ABEMD – Associação Brasileira de Marketing de Dados, representada por Antonio Rosa;
  • ABES – Associação Brasileira das Empresas de Software, representada por Jorge Sukarie Neto;
  • ABRACOM – Associação Brasileira das Agências de Comunicação, representada por Carlos Carvalho;
  • ABRADI – Associação Brasileira dos Agentes Digitais de SP, representada por Alexandre Gibotti;
  • ADEVA – Associação de Deficientes Visuais e Amigos, representada por Markiano Charan;
  • Abragames – Associação Brasileira dos Desenvolvedores de Jogos Digitais, representada por Eliana Russi;
  • APP Brasil – Associação dos Profissionais de Propaganda, representada por Enio Vergeiro;
  • ASSESPRO –  Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação, representada por Ricardo Theil;
  • Brasscom – Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação, representada por Mariana Oliveira;
  • Camara-e.net – Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico, representada por Fernando Ricci;
  • FENAPRO – Federação Nacional das Agências de Propaganda, representada por Anderson de Andrade;
  • Fundação Dorina Nowill – representada por Itamar Junior;
  • IAB Brasil – Interactive Advertising Bureau, representada por Cristiane Camargo;
  • Movimento Web Para Todos, representada por Simone Freire;

 

Simone Freire, idealizadora do Movimento Web para Todos, e William Daflita, líder de desenvolvimento do Movimento Web para Todos, fizeram parte do time dos palestrantes ao lado de Reinaldo Ferraz, especialista em desenvolvimento web do W3C Brasil e do Centro de Estudos sobre Tecnologias Web – Ceweb.br/ Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR – NIC.br.

A programação também contou com a apresentação do Prêmio WSA 2018, por Tore Haugland (Fundador e CEO da Ouvi) e Flavio Horta (Empresário, publicitário e especialista em marketing digital, CEO / Founder do Digitalks), a maior premiação em conteúdo digital do mundo, que tem inscrições abertas até 19 de agosto: https://premiowsa.com.br/inscreva-se/

Fabíola Calixto De Souza (Assessora de Tecnologia na Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência de SP) e Sidney Tobias (Analista de Sistemas há 30 anos da Prodam, consultor em acessibilidade digital da SMPED, audiodescrição e comunicação inclusiva) apresentaram todas as informações sobre o Selo de Acessibilidade Digital, serviço da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência.

Finalizando o evento, James Thurston, Vice-Presidente de Estratégia Global e Desenvolvimento da G3ict, mostrou alguns exemplos de tecnologias inclusivas no mundo e destacou a acessibilidade na área de inovação. “Tudo o que fala de inovação hoje em dia não funciona com inclusão. Existem muitas coisas surgindo nas incubadoras e quase nenhuma é acessível. Precisamos mudar isso. Os dados são muito importantes, mas sabemos que pouco está sendo feito para as pessoas com deficiência. As pessoas com deficiência estão em pequenas ilhas isoladas. Precisamos mudar isso”, alertou.

Confira:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: prefeitura.sp.gov.br