Notícias

Presidente da APP Ribeirão analisa a importância do FestGraf

Festival reconhece e premia trabalhos desenvolvidos para o segmento de
mídia impressa a partir de uma análise presencial de jurados especialistas

            O FestGraf é um dos mais importantes festivais de Publicidade de mídia impressa do interior do Brasil. Realizado pela APP Ribeirão desde 1992, tornou-se referência para o mercado. “Os trabalhos impressos têm grande relevância para as marcas, seja uma identidade visual, um rótulo, um brinde personalizado, mascote, anúncios publicitários, etc. O festival cumpre bem o seu papel em valorizar esse segmento”, afirma Toni Valente, presidente da associação.

            Os focos do festival são reconhecer e premiar os trabalhos desenvolvidos para o segmento de mídia impressa a partir de uma análise presencial de jurados especialistas. Também incentiva investimentos em talentos e tecnologia, visando ao aperfeiçoamento da criatividade e da qualidade dos trabalhos das agências e fornecedores do interior do país.

O prazer da leitura impressa

            Neste momento em que o mercado valoriza bastante o digital, a entidade ribeirão-pretana mantém a tradição do FestGraf. Para Valente, a supervalorização é pertinente face às tendências atuais. “Porém, nada substitui o prazer da leitura impressa, nem o de pegar uma garrafa e ver os detalhes de um rótulo. Não dá para tocar em um brinde digital. Daí acreditarmos que nenhum meio substitui o outro. Como a TV não acabou com o rádio, o digital também não encerrará com o impresso. Cada meio tem sua importância, relevância e objetivo”, salientou.

            De acordo com o presidente da APP Ribeirão, os meios de Comunicação têm se adequado às mudanças da tecnologia e do comportamento da sociedade. Com o digital, o rádio conquistou um crescimento expressivo no bolo publicitário. O impresso vem trazendo conteúdos de maior relevância, analíticos, introduzindo a Realidade Aumentada, entre outras inovações. “Editoriais de qualidade, artigos com opiniões contundentes pela clareza e contemporaneidade, entre demais aspectos, definem bem o papel da mídia impressa”, finaliza Valente.